Estudo indica que passageiros ganharam 38 minutos por dia com faixas exclusivas

Estudo realizado pela CET também indica que a velocidade dos ônibus nas faixas continua alta e que passageiros ganharam 38 minutos por dia com as vias exclusivas

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), concluiu nesta sexta-feira (20) um balanço anual sobre a influência das faixas exclusivas para ônibus no trânsito da capital. O estudo indica que os passageiros ganharam, em média, 38 minutos por dia em relação ao ano passado. O órgão analisou um universo de cerca de 3 milhões de usuários do transporte coletivo. O ganho geral foi de 1,9 milhão de horas/dia.

“Nós estamos devolvendo para as pessoas o que elas têm de mais precioso, que é o tempo livre. Então, cada usuário de ônibus ganhou neste ano 38 minutos por dia para utilizar como quiser, estudando, no lazer, junto à família, com os amigos. Isso é muita coisa”, afirmou o prefeito Fernando Haddad, durante evento na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), na Vila Mariana. 

O levantamento, de acordo com a CET, levou em consideração as velocidades médias praticadas nas faixas exclusivas, o tempo de deslocamento dos paulistanos dentro dos ônibus e também o impacto da lentidão nas vias – antes e após a implantação das faixas. 

Velocidade

A atualização do estudo da velocidade média desenvolvida nas faixas exclusivas indica um aumento de 45,1% nas vias segregadas. O relatório leva em consideração um universo de 291 Km de faixas implantadas. O início da medição foi a partir do dia 28 de novembro de 2013 até o consolidado da segunda-feira, dia 16/12. A velocidade aumentou de 14,2 para 20,6 Km/h. 

A companhia também fez um mapeamento da implantação das faixas exclusivas este ano. O local onde foi registrado o maior número de ativações foi a Região Leste, com 117,9 Km de vias exclusivas para o transporte público, o que representa 40,5% do total. 

Lentidão na cidade

De janeiro a novembro deste ano, a média das lentidões máximas na cidade chegou a 142 km. Para o mesmo período do ano passado, a medição alcançou 132 km e, em 2011, de 116 km. 

 

Lentidão em vias com faixas exclusivas:

 

Corredor 23 de maio

A lentidão medida nas vias que receberam faixas exclusivas indica que houve uma acomodação do trânsito em geral. No Corredor 23 de maio/Rubem Berta/Moreira Magalhães, por exemplo, a cidade registrou crescimento de 1% na lentidão em agosto que rapidamente caiu para 6% em outubro. 

É importante destacar que este eixo vinha apresentando tendência de crescimento desde períodos antes da implantação da faixa. De julho a agosto, por exemplo, o crescimento foi de 15%, ou seja, de cerca de 11 km de vias congestionadas para mais de 13 Km em agosto, dias antes de a CET ativar o primeiro trecho da faixa exclusiva deste eixo. 

Para a análise do trânsito abaixo é importante levarmos em consideração que no dia 16 de setembro o trajeto contava com 0,3 Km de faixa exclusiva e, em 5 de agosto, com 10,4 Km. 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s